Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Prefeitura de São Paulo copia Rio e lança aplicativo de táxi

Ferramenta vai concorrer com apps como Uber, Cabify, EasyTaxi e 99; motorista poderá decidir sobre o desconto aos passageiros

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

11 de outubro de 2017 | 19h30

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), lançou nesta quarta-feira, 12, o aplicativo de transportes Táxi SP. Em fase de desenvolvimento, a tecnologia é uma adaptação paulistana do app Taxi.Rio, lançado em junho pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB). A nova ferramenta, que deve começar a funcionar de modo experimental até janeiro, vai concorrer com apps como Uber, Cabify, EasyTaxi e o 99.

+++ Aplicativos de transporte de passageiros se unem em campanha contra projeto no Senado

O passageiro vai inserir a localização e o destino, podendo visualizar os automóveis disponíveis nas proximidades. Antes de selecionar o veículo, ele poderá ver uma tabela com os descontos oferecidos por cada taxista e o valor estimado da corrida.

+++ #FERA: Ex-Fla e Corinthians que jogou Euro pela Polônia dirige Uber no Rio

Desconto

Diferentemente de outros apps do tipo, em que parte do valor da corrida é repassado à empresa, a Prefeitura não cobrará taxa do motorista, que também poderá decidir o tamanho do desconto dado ao usuário. O pagamento poderá ser feito em dinheiro e cartões de crédito e débito. 

A ideia é também selecionar o perfil do motorista, desde o gênero até a fluência em idiomas estrangeiros. Os motoristas serão avaliados e os 200 mais bem colocados ganharão bolsas de curso de inglês.

"Depois vamos mais dar 200 (bolsas), e assim vamos adiante. Com isso, vamos melhorando mais e mais a qualidade dos taxistas em São Paulo", comenta Doria.

Ao todo, São Paulo tem 38 mil taxistas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.