Prefeitura de SP apreende 4 mil produtos irregulares na Paulista

Lojas poderão ser lacradas por irregularidades

estadão.com.br,

29 de fevereiro de 2012 | 10h56

SÃO PAULO - Cerca de quatro mil produtos piratas e ilegais foram apreendidos nesta terça-feira, 28, durante fiscalização do Gabinete de Segurança e do Comitê de Combate à Pirataria da prefeitura de São Paulo em seis lojas de shoppings da Avenida Paulista.

 

Nas lojas do "Shopping Pamplona", localizado na Avenida Paulista, 1.217, foram apreendidos 3.955 itens piratas, predominando bolsas e relógios, produtos de contrafação/falsificações e de origem duvidosa. Também foi caracterizada no local a prática de sonegação fiscal, ausência de licença de funcionamento, entre outras irregularidades.

 

As lojas foram autuadas pela Subprefeitura de Pinheiros e deverão ser lacradas pelas irregularidades, como ausência de licença de funcionamento e comércio de produtos ilegais. Os proprietários responderão por crimes de contrafação, comercio de produtos ilegais, crimes contra o consumidor, sonegação fiscal, entre outros. Durante a operação, um homem se apresentou como responsável pela segurança e policial civil, para tentar impedir a operação e foi encaminhado para o 78º DP, onde foi registrada a ocorrência.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.