Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Prefeitura de São Paulo acerta parceria e Ciclofaixa de Lazer retorna em 19 de julho

Programa estava sem patrocínio desde o fim de agosto; empresa irá operar 117 quilômetros da Ciclofaixa de Lazer por 12 meses, sem custos para o poder público

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2020 | 17h55

A prefeitura de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 10, um acordo para o retorno da Ciclofaixa de Lazer, por meio de uma parceria com a Uber. Segundo a prefeitura, a empresa irá operar 117 quilômetros da Ciclofaixa de Lazer sem custos para o poder público. A iniciativa está programada para começar em 19 de julho. 

O programa estava sem patrocínio desde o fim de agosto, quando a Bradesco Seguros encerrou o contrato com a Prefeitura. Desde então, a ciclofaixa de lazer está com a operação temporariamente suspensa.

A proposta da empresa foi aberta em sessão pública no dia 17 de fevereiro e passou por análise técnica da Secretaria de Mobilidade e Transportes e da Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU).

A licitação, publicada no Diário Oficial da Cidade, prevê a operação da Ciclofaixa de Lazer por 12 meses, aos domingos e feriados, das 7h às 16h. O custo total estimado é de R$ 22.209.091,92. As ciclofaixas têm ainda funcionários para sinalizar e orientar ciclistas, empréstimo de bicicletas e até serviços de mecânico. 

"A Uber vai investir R$ 11,5 milhões para cuidar das ciclofaixas", informou o prefeito Bruno Covas. "A área da Saúde já deu o OK. Não há problema nenhum por causa da pandemia e essas ciclofaixas, que estavam desativadas desde o ano passado, voltam a operar por conta dessa parceria que a Prefeitura assinou com a Uber", disse Covas.  Na cidade, são 473 quilômetros de ciclovias permanentes. 

De acordo com Édson Caram, secretário municipal de Mobilidade e Transportes, o transporte por meio de bicicletas é o mais seguro para evitar a disseminação da covid-19. "A Organização Mundial da Saúde recomenda que, sempre que possível, nos deslocamentos mais curtos, a população deve privilegiar caminhadas e deslocamento por bicicleta."

Confira os trechos contemplados 

PAULISTA / CENTRO / JABAQUARA / PQ. IBIRAPUERA

1) Trecho Paulista / Jabaquara – 18.852 metros

2) Trecho Paulista / Centro – 16.204 metros

3) Trecho Jabaquara / Pq. Ibirapuera – 10.252 metros

DISTÂNCIA TOTAL – 45.308 METROS

PQ. IBIRAPUERA / SUMARÉ / PQ. DO POVO / PQ. VILLA LOBOS / PQ. DO CHUVISCO

4) Trecho Pq. Ibirapuera / Sumaré – 8.542 metros

5) Trecho Pq. Ibirapuera / Pq. do Povo – 7.902 metros

6) Trecho Pq. do Povo / Pq. Villa Lobos – 15.018 metros

7) Trecho Pq. do Chuvisco / Pq. do Povo – 13.488 metros

DISTÂNCIA TOTAL – 44.950 METROS

ZONA NORTE

8) Trecho Zona Norte – 8.316 metros

DISTÂNCIA TOTAL – 8.316 METROS

ZONA LESTE

9) Trecho Zona Leste – 19.104 metros

DISTÂNCIA TOTAL – 19.104 METROS

DISTÂNCIA TOTAL DOS TRECHOS E LOTES – 117.678 metros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.