Prefeitura cancela aula de mandarim para GCM

O secretário municipal da Segurança Urbana, Roberto Porto, cancelou o curso de mandarim para 80 integrantes da Guarda Civil Metropolitana. O contrato com a Universidade Estadual Paulista (Unesp) foi rescindido. Porto diz que o foco será em inglês e espanhol. "Isso (mandarim) estava voltado para o combate à pirataria." Para ele, seria difícil que os guardas aproveitassem as aulas até a Copa de 2014.

O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2013 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.