Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Prefeitura anuncia plantio de 18 mil árvores na Marginal Pinheiros

Meta é reflorestar 13,5 km da via em ação integrada com Governo do Estado e empresa Vivo; investimento será de R$ 2,7 milhões

Paula Felix, O Estado de S.Paulo

28 Setembro 2017 | 12h52

O prefeito João Doria (PSDB) anunciou na manhã desta quinta-feira, 28, um trabalho de reflorestamento de 13,5 quilômetros da Marginal Pinheiros. A ação vai unir os projetos Marginal Verde, da gestão municipal, e o Pomar Urbano, que é estadual. O objetivo é plantar 18 mil árvores em parceria com a empresa Telefônica Vivo, que vai fazer um investimento de R$ 2,7 milhões.

Segundo a Prefeitura, a parceria tem previsão de durar quatro anos, com atividades de implantação e manutenção. Serão plantadas 120 espécies de mudas nativas da Mata Atlântica, 2 mil arbustos ornamentais e flores nativas de forração e 3 mil palmeiras com mais de dois metros de altura.

"Em um prazo de seis meses, todo o plantio poderá apresentar sua densidade e volume de forma mais visível para a população", diz Doria.

'Corredor biológico'

O secretário Municipal do Verde e do Meio Ambiente Fernando von Zuben informou que o projeto vai beneficiar a qualidade do ar da cidade. "Mais do que plantio e manutenção dessa área, vai proporcionar um grande corredor biológico na cidade e será um grande pulmão e filtro para a cidade de São Paulo."

O projeto Pomar Urbano foi lançado em 1999 pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Na época, as ações eram feitas com apoio do Jornal da Tarde e da Rádio Eldorado, do Grupo Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.