Divulgação
Divulgação

Prefeitura ameaça fechar abrigo de cães na Grande SP

ONG Cão Sem Dono recebeu ordem judicial para encerrar atividades em razão da falta de documentos; cerca 100 animais vivem no local

25 de junho de 2011 | 10h20

Cerca de 100 cães podem ser removidos nesta segunda-feira, 27, do abrigo onde se encontram atualmente em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. A ONG Cão Sem Dono recebeu na última terça-feira, 21, uma ordem da Justiça para deixar o sítio onde funciona.

 

O problema começou em 2008, quando um vizinho incomodado com a presença do abrigo na região denunciou a ONG para a Vigilância Sanitária e o Centro de Controle de Zoonoses. Segundo Mirada, todos os documentos exigidos pelos órgãos para o funcionamento do abrigo foram apresentados, exceto um alvará da Cetesb. Este, porém, só costuma ser fornecido para grandes indústrias que tenham tratamento de água e esgoto. Para implantar esse sistema, Miranda afirmou que seria necessário um investimento de R$250 mil no sítio.

 

A ONG move uma ação civil pública contra a prefeitura para impedir o fechamento. Desde quarta-feira, 22, há uma petição na internet para que a população manifeste apoio ao projeto. De acordo com Rafael, em cerca de 72 horas cerca de 13 mil pessoas assinaram o documento. A ONG, criada há seis anos, doou cerca de 900 animais em 2010.

 

"O Centro de Controle de Zoonoses não tem condições de abrigar 110 animais", declarou Rafael. Ele teme que os animais sejam doados para pesquisas ou para pessoas sem condições de mantê-los.

 

Nenhum funcionário da prefeitura ou do Centro de Controle de Zoonoses foram localizados pela reportagem para comentar o caso até o momento desta publicação.

Tudo o que sabemos sobre:
abrigocães abandonadoscão sem dono

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.