Prefeito garante: 'SP está mais bem preparada para as enchentes'

Segundo Kassab, serão R$ 540 milhões em 2011 para ações como limpeza de bocas de lobo, troca de galerias e novos piscinões

Diego Zanchetta, Renato Machado, Rodrigo Burgarelli, O Estado de S.Paulo

29 Setembro 2010 | 00h00

"A cidade está mais bem preparada para as enchentes", garantiu ontem o prefeito Gilberto Kassab (DEM). A capital paulista foi duramente castigada pelas chuvas no verão, o mais chuvoso dos últimos anos.  

 

blog SP das enchentes - blog acompanha ações e promessas

No cenário mais emblemático das últimas enchentes, na região do Jardim Romano, na zona leste da capital paulista, 3 mil famílias ficaram desabrigadas e as ruas ficaram alagadas por dias, mesmo após o fim dos temporais. Depois de mais de uma década, a Marginal do Tietê voltou a alagar.

Para acelerar a construção de um dique de 1,4 mil metros na várzea do Rio Tietê e um piscinão com capacidade para 35 milhões de litros, o prefeito firmou em junho um contrato emergencial de R$ 70,5 milhões com a Queiroz Galvão. As obras devem ser concluídas no início de novembro, conforme o governo, que defende a contratação da empreiteira sem a realização de concorrência pública.

Kassab afirmou ainda que o orçamento de 2011 elevou para R$ 540 milhões a verba prevista com ações de drenagem, como a limpeza de bocas de lobo, substituição de antigas galerias pluviais e novos piscinões. Neste ano, a gestão afirma que chegará a investir R$ 420 milhões nesses setores.

O Estado apurou que a atual gestão também já encomendou pesquisas meteorológicas que indicam uma nova temporada de chuvas fortes neste verão, a partir de dezembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.