Prefeito é acusado de morder morador

O prefeito de Duartina (SP), Juninho Aderaldo, foi acusado de morder e dar socos no contribuinte Paulo Odair Inácio. A confusão começou depois que os dois discutiram ontem na Prefeitura sobre a dívida de IPTU do morador. Em nota, o prefeito disse que apenas se defendeu após ser agredido por Inácio, a quem acusa de falar mal da administração e ameaçá-lo. Por sua vez, o contribuinte afirmou que o prefeito lhe deu uma mordida no peito e socos no nariz e no olho. A PM foi chamada e os dois foram parar na delegacia.

, O Estado de S.Paulo

25 Janeiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.