Chiquinho Campaner/Facebook
Chiquinho Campaner/Facebook

Prefeito Chiquinho Campaner é morto a tiros em Ribeirão Bonito

Outros dois homens foram baleados e ficaram feridos em uma emboscada na zona rural da cidade do interior de São Paulo

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2019 | 14h16

SOROCABA - O prefeito de Ribeirão Bonito, Francisco José Campaner (PSDB), de 57 anos, foi morto a tiros na tarde desta quinta-feira, 26, na zona rural do município do interior de São Paulo. O chefe de gabinete da prefeitura, Edmo Marquette, e um amigo, Ary Santa Rosa, foram baleados, mas sobreviveram.

Chiquinho Campaner, como era conhecido, foi atingido por quatro disparos e morreu na hora. Os três estavam em um carro oficial e retornavam de um sítio quando foram alvos de uma emboscada, segundo a Polícia Civil. Até a manhã desta sexta-feira, 27, nenhum suspeito tinha sido preso.

Os homens foram socorridos por um lavrador que passava pela estrada e ouviu pedidos de socorro. A polícia foi acionada, e os feridos foram levados para a Santa Casa de São Carlos, na mesma região. Conforme a Polícia Civil, o prefeito não havia feito nenhum registro de ameaças. 

Conforme o delegado Reinaldo Machado, os dois feridos disseram que um homem encapuzado saiu do mato e abordou o carro, que seguia em baixa velocidade, fazendo os disparos.

Antes de ser eleito prefeito, em 2016, Campaner havia sido vereador por três mandatos. Em setembro último, a Justiça arquivou uma ação civil pública em que era acusado de usar dinheiro do erário para propaganda pessoal. Um pedido de cassação contra ele foi rejeitado pela Câmara.

O governador em exercício, Rodrigo Garcia (DEM), lamentou a morte e pediu empenho nas investigações.

"Todo empenho da polícia nas investigações para apurar as circunstâncias de sua morte e das demais vítimas baleadas e encontrar os autores deste violento crime", afirmou.

O PSDB divulgou nota lamentando a morte do prefeito e manifestando repúdio ao crime.

"Abraçamos sua família e somos solidários também à população do município", postou em página oficial.

O prefeito em exercício de Ribeirão Bonito, Luiz Arnaldo Lucato, publicou decreto de luto oficial por três dias. O expediente na prefeitura, onde o corpo do prefeito estava sendo velado, foi suspenso nesta sexta. O sepultamento estava previsto para 17 horas, no cemitério municipal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.