Prefeito acusado de cobrar propina em SP se afasta do cargo

Odair Silis pediu afastamento de 60 dias da prefeitura de Monte Castelo para tratamento médico

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

06 Novembro 2009 | 15h47

Após ser acusado de cobrar propina na execução de uma obra pública, Odair Silis, prefeito de Monte Castelo, interior de São Paulo, pediu para ser afastado do cargo por 60 dias a partir desta sexta-feira, 6.

 

De acordo com a prefeitura da cidade, o pedido de afastamento foi enviado na quinta-feira, 5, sob alegação de tratamento médico. A Câmara dos Vereadores aceitou o pedido nesta sexta-feira e o prefeito foi afastado.

 

Nesta tarde, o vice-prefeito Francisco Suares de Lima está sendo empossado. Enquanto a denúncia de corrupção é investigada pela Polícia Federal, o governo suspendeu os pagamentos para terminar a construção da obra.

Mais conteúdo sobre:
Monte Castelo SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.