Prédio em SP pega fogo e invasores deixam o local

Cerca de 280 pessoas invadiram o prédio em 6 de setembro do ano passado; causa do fogo ainda é investigada

Andressa Zanandrea, do Jornal da Tarde,

07 de novembro de 2007 | 06h26

O incêndio no Edifício Sande II, na Rua Asdrúbal do Nascimento, 268, no Vale do Anhangabaú, na noite de terça-feira, 6, deixou cerca de 280 pessoas desabrigadas. Eles haviam invadido o prédio em 6 de setembro do ano passado. A grande maioria dos desabrigados resolveu passar a madrugada desta quarta-feira, 7, na calçada em frente ao prédio. Eles só poderão retirar os pertences pela manhã, após vistoria da perícia. "A situação é complicada, pois não temos para onde ir. A Prefeitura falou em levar para os abrigos, mas sabemos que não há vagas", disse o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto da Região Central, Hamilton Silvio de Souza. As 70 famílias tiveram de deixar o local rapidamente, quando começou o fogo, por volta das 19 horas. Segundo os sem-teto, os bombeiros levaram cerca de 40 minutos para apagar as chamas. Eletrodomésticos e outros pertences teriam ficado danificados nas duas residências do quarto andar atingidas. Ninguém ficou ferido, mas três pessoas foram atendidas na Santa Casa de Misericórdia, com intoxicação por causa da fumaça. Ainda não se sabe o que causou o incêndio.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioSão Paulosem-teto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.