Prédio acabou de passar por 1ª fase de restauro

O antigo Seminário Episcopal da Luz, atrás da Igreja de São Cristóvão, tinha acabado de passar pela primeira fase de um projeto de restauro. Convênio de R$ 2,2 milhões entre a Arquidiocese de São Paulo e a Casa Civil havia possibilitado recentemente o fim da recuperação da fachada e da estrutura interna do imóvel.

O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2012 | 02h01

Aguardava-se agora a liberação de verba do Programa Monumenta, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para o início da segunda fase do projeto - destinada à fachada externa e ao telhado do local.

Por meio de sua assessoria, o arcebispo metropolitano de São Paulo, cardeal d. Odilo Pedro Scherer, lamentou o "infortúnio" justo neste momento em que a primeira fase de recuperação havia sido concluída. D. Odilo celebrava uma missa na zona norte da capital quando foi informado do incêndio.

Segundo a Arquidiocese, todos os contratos com locatários estavam regulares - por anos, "puxadinhos" irregulares ocuparam o pátio interno do imóvel. A partir de hoje, os comerciantes devem acionar o seguro contra incêndio, previsto no contrato, o que ajudará a avaliar o que foi perdido do restauro. Segundo reportagem do Estado de março de 2011, a obra toda estava orçada em R$ 7,9 milhões e tinha previsão de término para setembro passado. / DENIZE GUEDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.