Preço do estacionamento vai variar conforme a distância

Concessionária ainda promete construir um edifício-garagem com 3 mil vagas, em uma área entre os Terminais 2 e 3

O Estado de S.Paulo

16 Agosto 2012 | 03h07

Uma das áreas mais subdimensionadas de Cumbica vai ganhar um respiro: o estacionamento. A concessionária promete construir um edifício-garagem com 3 mil vagas, elevando para quase 10 mil carros a capacidade de estacionamento. O prédio deve ficar em uma área entre os Terminais 2 (já existente) e 3 (futuro). Fica pronto em junho de 2013.

A Infraero já havia prometido um edifício-garagem high-tech para Cumbica, projeto que nunca saiu do papel. Como paliativo, fez vários pequenos bolsões, dois próximos do estacionamento principal (mas que precisam de van até os terminais) e um no Terminal 4. Todos vivem vazios, enquanto o que cobra R$ 50 a diária e está a poucos metros do aeroporto nunca tem vaga suficiente (são 3 mil).

Esse bolsão deve ser relicitado e os preços vão mudar nos próximos três meses. Terá serviço de manobrista e área VIP - mas, para isso, o passageiro terá de desembolsar mais dinheiro.

Quem estacionar mais para trás, perto da Rodovia Hélio Smidt, vai pagar menos. A diferença de tarifa no mesmo estacionamento é novidade, mas já existe entre bolsões diferentes: aquele que precisa de van para chegar até o terminal cobra metade da diária.

Trem e Rodoanel. O acesso a Guarulhos pode ficar mais fácil, mas só depois da Copa de 2014. A nova administração do aeroporto espera a construção da Linha 13 da CPTM para 2016 - que terá uma estação na frente do aeroporto, entre a Hélio Smidt e o Rio Baquirivu - e o Rodoanel Norte para 2015. O trem-bala não está nos planos.

Antes de julho de 2014, a ajuda na mobilidade virá da quinta faixa da Ayrton Senna - anunciada anteontem pelo governador Geraldo Alckmin - e a terceira da Rodovia Hélio Smidt. "Pelo Rodoanel virão os caminhões e o transporte de carga. A Hélio Smidt servirá fundamentalmente para o acesso de passageiros", diz o presidente da Concessionária Aeroporto de Guarulhos, Antônio Miguel Marques. / N.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.