Preço de material escolar pode variar 258% em SP

Pesquisa do Procon aponta que lojas na zona leste tem maior oferta de itens com preços abaixo da média

Estadão.com.br,

16 de janeiro de 2012 | 10h56

O preço do material escolar em São Paulo pode variar até 258% e a zona leste da cidade é a região que tem mais itens com preços iguais ou menores aos da média.

As constatações estão em pesquisa realizada pela Fundação Procon-SP realizada no final do ano passado e divulgada hoje. Em pontos percentuais, a maior distância de preço encontrada em uma lista com 143 itens foi em um modelo de apontador: em uma loja, custava R$ 1,90; em outra, R$ 0,53. Uma diferença de 258%.

O levantamento foi feito em 10 estabelecimentos e, segundo o Procon, ressalta a necessidade de comparar os preços de material escolar antes da compra. Veja a tabela com a comparação dos valores.

Economia. Além do estudo, o órgão divulgou orientações para que o consumidor economize na aquisição de material escolar.

Entre as recomendações estão a troca de material didático entre estudantes de séries diferentes e a compra conjunta com outros pais para facilitar a negociação de descontos e prazos. O Procon também sugere evitar produtos com desenhos de personagens animados e logotipos, já que o licenciamento costuma encarecer os objetos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.