Pq. da Aclimação reabre e cisnes são levados ao Ibirapuera

Lago precisará de semanas para ser enchido; Prefeitura culpa os altos índices de chuva dos últimos 40 anos

da Redação, estadao.com.br

26 Fevereiro 2009 | 09h45

O Parque da Aclimação reabre nesta quinta-feira, 26, depois do rompimento do lago após o rompimento da parte inferior do vertedouro - sistema hidráulico para regular o nível de água. A previsão é que o lago volte a ser enchido a partir do sábado. A Prefeitura culpou as fortes chuvas para o rompimento do sistema. Enquanto isso, o casal de cisnes negros resgatado do lago da Aclimação deve ficar com a "família" enquanto seu "lar" não voltar a existir. As aves foram transferidas temporariamente para o Parque do Ibirapuera.   Veja também:  Galeria de fotos do Lago da Aclimação Lago do parque da Aclimação terá água no sábado Cisnes conseguem sair da lama do lago do Parque da Aclimação Tubulação rompe e lago do Parque da Aclimação seca           Em torno de uma hora, os 70 milhões de litros de água, suficientes para encher 30 piscinas olímpicas, foram drenados para o Rio Tietê. No entanto, serão necessárias algumas semanas para o lago ser enchido novamente. Segundo o prefeito Gilberto Kassab (DEM), o lago não precisará ser esvaziado novamente para a retirada do lodo, o que vai aumentar a capacidade de 70 milhões para 110 milhões de litros.   Os índices mais altos de chuva registrados nos últimos 40 anos provocaram aumento da pressão no sistema da águas pluviais e nos córregos que chegam ao local, segundo a Prefeitura. Isto teria causado o rompimento do sistema, acidente que drenou toda a água do lago. O vertedouro tem 70 anos, a mesma idade do parque.   Resgate   Também foram transferidas outras 34 aves e mais de 295 peixes que sobreviveram ao escoamento de água na Aclimação. Segundo a veterinária Adriana Marques Joppert, nenhum dos animais chegou ferido ao Ibirapuera.   O reencontro entre o casal de cisnes ocorreu na quarta em um cercado no Viveiro Manequinho Lopes, no Ibirapuera. O macho já estava lá desde terça-feira. A fêmea chegou pela manhã da quarta - só pôde ser resgatada quando diminuiu a movimentação em torno do lago da Aclimação, para que nada a espantasse.   Cisnes são monogâmicos, segundo a veterinária Vilma Clarice Geraldi, diretora da Divisão Técnica de Medicina Veterinária e Manejo da Fauna Silvestre do parque. Só trocam de parceiros se um deles desaparece. No Ibirapuera, o casal, 4 patos, 3 marrecos e 21 gansos vindos da Aclimação têm à disposição um pequeno tanque artificial. Um pato e seus filhotes são mantidos em outro local, pois as grades do cercado não impediriam que fugissem.   A expectativa é de que todos os animais sejam soltos no parque até segunda-feira. Quando a lama da Aclimação se tornar novamente um lago, os peixes e aves poderão voltar para a moradia original.   (Com informações de Mônica Cardoso e Vitor Sorano, de O Estado de S. Paulo e Jornal da Tarde)

Mais conteúdo sobre:
Parque da Aclimação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.