Posto é fechado por gasolina adulterada em Pinheiros

Contru lacrou as quatro bombas do estabelecimento após constatada qualidade do produto vendido

Elvis Pereira, estadao.com.br

23 de julho de 2008 | 20h25

A venda de combustível adulterado causou na terça-feira, 22, o fechamento de um posto na Avenida Faria Lima, 591, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. O Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) lacrou as quatro bombas do estabelecimento após a Agência Nacional de Petróleo constatar a adulteração da gasolina vendida. Para fechar as entradas do local, a Subprefeitura de Pinheiros providenciou utilizou cinco blocos de concreto, de 500 quilos cada um. A Guarda Civil Metropolitana apoiou a operação.

Tudo o que sabemos sobre:
são pauloposto de gasolina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.