Português fez o 1º mapa de São Paulo

Naquela época, fazer mapa não era profissão. Mas o engenheiro português Rufino José Felizardo da Costa se arriscou no papel de cartógrafo e, em 1810, resolveu realizar um levantamento topográfico da então província de São Paulo. Mais tarde, o estudo seria reconhecido, pela maioria dos pesquisadores, como o primeiro mapa da capital.

O Estado de S.Paulo

25 Março 2012 | 03h03

O documento foi impresso três décadas depois, em 1841, no Rio, e hoje pertence ao Museu Paulista. Em formato retangular, revela o esboço dos principais edifícios existentes no centro de São Paulo no início do século 19, quando a cidade tinha cerca de 20 mil habitantes - hoje, são mais de 11 milhões de pessoas.

A historiadora Maria Lúcia Perrone Passos, autora do livro Desenhando São Paulo - Mapas e Literatura, conta que Costa chegou a chefiar a equipe dos engenheiros militares que trabalhavam no Brasil. O cargo foi obtido por causa da experiência adquirida em missões anteriores. Antes de se instalar em São Paulo, por exemplo, foi escalado para dirigir os trabalhos de restauração das fortificações de Santos e, depois, de Bertioga.

Na capital, casou-se com Ana Joaquina da Silva Telles, de família tradicional, e virou coronel. Pioneiro na função, hoje é seguido por uma série de cartógrafos, que têm até satélites para não perder nenhum detalhe./ ADRIANA FERRAZ

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.