População de S. Sebastião em área de risco ganhará 300 casas

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou ontem durante visita a São Sebastião, litoral norte de São Paulo, a construção de 300 moradias para pessoas em áreas de risco do município. Alckmin visitou bairros de Maresias e Boiçucanga afetados pelas chuvas desde domingo. Ele não informou o valor do investimento. O município está em estado de calamidade pública, decretado pelo prefeito Ernane Primazzi (PSC).

SÃO SEBASTIÃO , O Estado de S.Paulo

22 Março 2013 | 02h04

O governador também confirmou o repasse de R$ 1,5 milhão para reconstrução e obras de infraestrutura e prometeu que mais R$ 7,5 milhões do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias serão liberados. "Faltam apenas trâmites burocráticos para que as casas comecem a ser construídas", garantiu Alckmin.

Como medida de emergência, o governador afirmou que o Estado, por meio do Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee), está providenciando a limpeza e o desassoreamento dos rios da Costa Sul. "Depois será feita a macrodrenagem da região", afirmou ele, sem adiantar prazos. Sobre a Rodovia Rio-Santos, que ficou interditada 27h por causa da queda de barreiras, o governador disse que estão sendo feitas ações de contenção nas encostas em torno da rodovia. / REGINALDO PUPO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.