Ponto de distribuição de armas no Vale do Paraíba é descoberto

Polícia apreendeu granadas de uso exclusivo das Forças Armadas, pistolas, munições e cocaína; um foi preso

Hélcio Consolino, especial para O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2008 | 15h51

A Polícia Civil de São José dos Campos, a cerca de 90 quilômetros de São Paulo, descobriu nesta quinta-feira, 21, um ponto de distribuição de armamentos e explosivos para quadrilhas de assaltos a bancos e roubos na região do Vale do Paraíba. Segundo o delegado do terceiro distrito, Edson Bimbi, há pouco mais de um mês o serviço de inteligência investigava as atividades criminosas no bairro de Pararangaba, região leste da cidade.   Numa ação surpresa, os policiais apreenderam 14 granadas de uso das Forças Armadas, além de um explosivo com força suficiente para demolir um prédio de 14 andares. No local, ainda foram apreendidos detonadores, duas pistolas de calibre 765 e 380, respectivamente, um revólver 38, munições, e dois quilos de cocaína, além de uma TV LCD de 29 polegadas na caixa.   Um dos acusados pela distribuição do material, o mecânico Ronaldo Sebastião da Silva, de 31 anos, foi preso e levado para o Centro de Detenção Provisório (CDP) de São José dos Campos. Em sua ficha policial já consta homicídio e envolvimento com tráfico. O delegado informou que é investigada a possível ramificação para outras regiões e também a possível ligação com facções criminosas ligadas ao sistema prisional do Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.