Clayton de Souza/AE
Clayton de Souza/AE

Pontes e viadutos da Marginal do Tietê vão atrasar

Previstas para outubro, obras só serão inauguradas a partir de dezembro; Complexo das Bandeiras deverá ficar só para o mês de fevereiro

Eduardo Reina e Renato Machado, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2010 | 00h00

O governo do Estado vai atrasar a entrega dos últimos viadutos e pontes do complexo da nova Marginal do Tietê. As obras estavam inicialmente previstas para o fim de outubro. Agora, a conclusão das Pontes do Tatuapé e Cruzeiro do Sul foi alterada para até 31 de dezembro. E o Complexo das Bandeiras deve ser finalizado em fevereiro de 2011.

O prazo anterior - de fim da construção e abertura para o tráfego em outubro - havia sido divulgado pela própria empresa do governo responsável pelas obras da Marginal, a Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa).

A Dersa não comentou a razão da alteração das datas. Informou apenas, por meio de sua Assessoria de Imprensa, que a entrega das Pontes do Tatuapé e Cruzeiro do Sul não estavam previstas para outubro. Entretanto, material do próprio órgão enviado em abril cita o mês que vem como data final para a entrega dos chamados "complexos/obras de arte". "A Dersa está empenhada em terminar tudo até final de outubro", informava o comunicado da empresa.

Na informação enviada em 30 de agosto à reportagem sobre a ponte estaiada do Complexo das Bandeiras, a Dersa diz que "a previsão técnica inicial era para (concluir) entre o fim do ano e início de 2011". Mas "com o andamento da obra ocorreram algumas variações no cronograma por causa do remanejamento de interferências (telefonia, rede de esgoto, eletricidade, etc)."

Em junho de 2009, material de divulgação do governo para o anúncio da ampliação da Marginal do Tietê já dizia que a "previsão de conclusão da obra para pistas auxiliares é março de 2010 e para complexos/obras de arte, outubro de 2010". Agora, a Dersa diz que não havia tal previsão.

Além do aumento da pista, três estruturas previstas nas obras de ampliação já estão prontas. Já foram concluídas a ponte sobre o Rio Tietê que permite o acesso direto do tráfego que vem da zona leste para a Avenida Cruzeiro do Sul; o viaduto que liga a pista local da Rodovia Presidente Dutra diretamente para as pistas central e local da Marginal, e o viaduto ligando as Avenidas Tiradentes e Santos Dumont à pista central da Marginal do Tietê.

Facilitação. As novas ligações vão facilitar a vida dos motoristas. A Avenida Salim Farah Maluf terá nova ligação direta com a Marginal do Tietê - sentido Ayrton Senna - por meio da Ponte do Tatuapé. Próximo da Ponte Cruzeiro do Sul - sentido Castelo Branco - está sendo construída nova ponte sobre o Tietê que permitirá acesso direto do tráfego que vem no sentido Castelo Branco para a Avenida Cruzeiro do Sul em direção ao centro.

E a ponte estaiada do Complexo das Bandeiras inclui várias ligações sobre o Rio Tietê. Ela conduzirá o tráfego da Avenida do Estado para a Marginal no sentido Castelo Branco, e terá alças auxiliares nas margens do rio.

As obras de readequação da Marginal do Tietê fazem parte de convênio entre a Prefeitura e o governo do Estado para ampliação da capacidade de tráfego da via. Custaram mais de R$ 1,3 bilhão. A Marginal é hoje o principal corredor viário da cidade. Com movimento de até 1,2 milhão de viagens por dia útil, é a campeã em volume de tráfego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.