Ponte dos Remédios é liberada parcialmente, com esquema especial

Não há previsão para término das obras de recuperação; a pista sentido Osasco terá fluxo alternado de trânsito

estadão.com.br,

24 Novembro 2011 | 06h29

SÃO PAULO - Em razão da queda parcial da mureta, do passeio para pedestre e da faixa da direita da pista sentido Lapa, a Ponte dos Remédios, na zona oeste da capital, tem a pista sentido Osasco liberada para o tráfego, porém os motoristas utilizam, nesta manhã, a via apenas no sentido Lapa.

 

A ponte foi parcialmente liberada na tarde de quarta-feira. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O bloqueio parcial da ponte vai durar até o término das obras de recuperação, mas não há ainda uma previsão.

 

A pista sentido Osasco (Avenida dos Remédios) funcionará com reversibilidade de faixas em horários definidos. De segunda-feira a sexta-feira, das 6 às 9 horas, o sentido Osasco vai operar no sentido capital (Lapa). Das 16 às 20 horas, a pista será utilizada no sentido original. Nos demais horários e aos finais de semana, o sentido Osasco funcionará em ambas as direções.

 

A Ponte dos Remédios faz a ligação entre as ruas Silva Airosa e Major Paladino, no bairro da Vila Leopoldina, região da Ceagesp, com a Avenida dos Remédios, em Osasco, município vizinho.

Mais conteúdo sobre:
CET, Ponte dos Remédios, trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.