Político pode ficar inelegível

Qualquer prefeito que tenha as contas rejeitadas pelo Legislativo fica automaticamente inelegível por dez anos. Neste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ratificou que a medida também vale para políticos que buscam a reeleição. No Brasil, 21 mil tiveram as contras reprovadas e estão fora do pleito. A decisão dos ministros faz parte do Projeto Ficha Limpa e exigiu revisão de nomes pelos partidos e procura de novas coligações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.