Político é condenado a 3 anos e meio de prisão

JUSTIÇA

, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2010 | 00h00

O ex-prefeito de Sandovalina (SP) Divaldo Pereira de Oliveira foi condenado a três anos e seis meses de prisão em regime aberto, segundo sentença do juiz Francisco José Dias Gomes, do Fórum de Pirapozinho. Oliveira, que está foragido, gastou R$ 16.207,50 da prefeitura na compra de insumos agrícolas para a própria fazenda em 2007. Ele também usou maquinário e servidores públicos em suas propriedades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.