Policial militar é morto no Capão Redondo

Tenente estava saindo de casa quando criminosos anunciaram assalto; esse é segundo PM assassinado na capital em quatro dias

O Estado de S. Paulo

26 Março 2015 | 17h27

SÃO PAULO - Um policial militar aposentado foi morto a tiros no Capão Redondo, zona sul de São Paulo, na manhã desta quinta-feira, 26.

O tenente reformado estava saindo de casa quando criminosos armados anunciaram um roubo, de acordo com informações da PM. Ele reagiu e foi atingido no tórax por um tiro. O PM chegou a ser socorrido mas não resistiu aos ferimento e morreu no hospital. Ninguém havia sido preso até o início da noite.

Esse é o segundo policial militar morto na capital paulista em quatro dias. Na segunda-feira, um cabo do 2.º Batalhão de Choque foi morto a tiros na região da Vila Gustavo, na zona norte da capital.

De acordo com a PM, o oficial estava em um veículo, na Rua Caraparu, na Vila Nivi, quando foi surpreendido por um carro de vidros escuros. Após se aproximarem, os criminosos atiraram várias vezes contra o policial. O ataque aconteceu por volta das 18 horas. O cabo tinha 44 anos e trabalhava há 23 na Polícia Militar.

Mais conteúdo sobre:
Capão RedondoPolícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.