Policial militar é executado em Guarulhos

Miguel Lopes Gutierre foi surpreendido por dois criminosos, que também roubaram sua arma, quando estava em lanchonete

ALEXANDRE HISAYASU, O ESTADO DE S. PAULO

09 Abril 2016 | 20h20

SÃO PAULO - O policial militar Miguel Lopes Gutierre Filho foi morto a tiros em frente a uma lanchonete, em Guarulhos, na Grande São Paulo, por volta das 13h deste sábado, dia 9.

Imagens de câmeras de segurança gravaram o crime e são a principal pista da polícia. Filho, que era cabo e fazia serviços administrativos no 44º Batalhão, estava comendo um sanduíche em uma lanchonete , na Estrada do Sacramento, na região do bairro dos Pimentas, quando dois bandidos chegaram por trás e dispararam várias vezes contra o policial.

O PM morreu na hora e os criminosos ainda levaram a arma dele na fuga.

Filho foi o segundo policial militar morto esta semana. Na sexta-feira, o soldado Gilberto Jorge da Silva Cardoso, de 35 anos, foi morto com três tiros na cabeça na frente da filha de 4 anos e da esposa durante uma tentativa de assalto, no Campo Limpo, na zona sul da capital. Os bandidos renderam Cardoso quando ele saía do seu carro e o mataram depois de descobrir que ele era policial. Lucas Oliveira da Silva foi preso com a arma do PM junto com um casal que o ajudou a se esconder.

Mais conteúdo sobre:
Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.