Policial militar agride mulher grávida durante ocorrência em São José do Rio Preto

Agente aparece em imagens com joelho sobre barriga da mulher, dando tapa no rosto dela e apertando o pescoço da vítima. Secretaria diz que policial foi afastado por desvio de conduta

Redação - O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO - Um policial militar agrediu uma mulher grávida durante uma ocorrência nesta terça-feira, 4, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Uma gravação mostra o momento em que o agente se posiciona com o joelho sobre a barriga da mulher e dá um tapa forte no rosto dela. Em outro momento, o homem segura o pescoço da mulher, sufocando a vítima. Pessoas que acompanhavam a abordagem alertam o policial sobre a condição da mulher, mas ele não interrompe a imobilização. 

"Ela está grávida, moço. Libera ela. Para de pisar na barriga dela", diz uma pessoa que acompanha a abordagem. O vídeo mostra ainda o agente segurando o pescoço da mulher. "Você está enforcando ela, ela tá ficando sem ar", continua outra mulher que reclama da truculência. 

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública do Estado disse que a mulher resistiu a prisão durante uma ocorrência de tráfico de drogas. O comando do 17º Batalhão da PM no interior, segundo a pasta, determinou o imediato afastamento do policial flagrado no que foi classificado como "desvio de conduta".  A secretaria disse que a mulher foi encaminhada para exames médicos em uma unidade de saúde local.  

Continua após a publicidade

Após agressão, agente foi afastado pela corporação Foto: Reprodução

Em reação ao vídeo, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse ter recomendado o imediato afastamento do policial militar flagrado. "Apesar dela ter resistido a prisão por tráfico de drogas, existe protoloco a ser cumprido e as imagens indicam conduta totalmente inadequada do policial", escreveu o governador, que comanda a força policial no Estado.

Ele destacou que a corporação instaurou um inquérito policial militar para apurar o caso. "Ressalto meu respeito à Polícia Militar do Estado de SP, a melhor do BR, mas não deixarei de condenar excessos e violência desnecessária", declarou Doria.   

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Policial militar agride mulher grávida durante ocorrência em São José do Rio Preto

Agente aparece em imagens com joelho sobre barriga da mulher, dando tapa no rosto dela e apertando o pescoço da vítima. Secretaria diz que policial foi afastado por desvio de conduta

Redação - O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO - Um policial militar agrediu uma mulher grávida durante uma ocorrência nesta terça-feira, 4, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Uma gravação mostra o momento em que o agente se posiciona com o joelho sobre a barriga da mulher e dá um tapa forte no rosto dela. Em outro momento, o homem segura o pescoço da mulher, sufocando a vítima. Pessoas que acompanhavam a abordagem alertam o policial sobre a condição da mulher, mas ele não interrompe a imobilização. 

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.