Policial é baleado ao intervir em luta entre vítima e bandidos no Morumbi

Decoradora foi abordada na porta de casa e se recusou a entrar na residência com os assaltantes; no tiroteio com os criminosos, o investigador levou a pior

Ricardo Valota e Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

11 de agosto de 2011 | 02h39

SÃO PAULO - O policial civil Paulo Henrique Pereira, de 40 anos, que atua como investigador de uma das delegacias do Patrimônio, do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), foi baleado em um dos braços e na barriga, por volta das 20 horas de quarta-feira, 10, ao intervir numa tentativa de assalto a residência na Rua Teodoro Maldonado, na Vila Sônia, região do Morumbi, zona sul de São Paulo.

 

Sozinho e ocupando um Hyundai Vera Cruz, o investigador flagrou uma decoradora, de 67 anos, em luta corporal com um de três bandidos que a abordaram na porta de casa. Armados com um revólver calibre 38, a intenção dos criminosos era entrar na residência da vítima, que foi atacada quando estacionava um Corolla em frente ao imóvel onde reside. No momento em foram surpreendidos pelo policial, os bandidos já haviam puxado uma pulseira de ouro da vítima.

 

No tiroteio com os criminosos, Paulo Henrique levou a pior e foi socorrido minutos depois por policiais militares do 16º Batalhão, que o encaminharam para o Hospital São Luiz, no Morumbi. Um dos bandidos fugiu a pé; os outros dois em um veículo preto, de marca, modelo e placas não anotados. O policial passou por cirurgia e continua internado, mas já fora de perigo. O caso foi registrado na delegacia do Deic onde o policial trabalha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.