Policial do Garra morre ao trocar tiros com assaltantes na zona norte

Ele reagiu a criminosos que tentaram roubar sua moto

Ricardo Valota e JB Neto, do estadão.com.br,

01 de maio de 2010 | 02h44

Policiais apreenderam cápsulas plásticas contendo cocaína e uma balança digital de precisão na casa de um dos bandidos presos

 

SÃO PAULO - O policial civil Wanderley Rodrigues Oliveira, de 40 anos, foi morto, por volta das 22h30 desta sexta-feira, 30, ao ser abordado por bandidos próximo de um semáforo na altura do nº 1.370 da Rua Parapuã, na Vila Brasilândia, zona norte de São Paulo.

 

Em uma moto, Oliveira, que atuava como investigador do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), ao parar ao lado de um ponto de ônibus, foi abordado por três criminosos, um deles armado. A intenção dos bandidos seria levar o veículo da vítima, que reagiu. Na troca de tiros, o investigador e dois dos criminosos foram baleados. O policial, encaminhado pela Polícia Militar para o Hospital Geral de Vila Penteado, não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

Um dos dois assaltantes feridos, identificado como Rodolfo Miranda Lopes, foi levado para o Hospital do Mandaqui por um quarto criminoso que estava ao volante de um Chevette vermelho. O quarto integrante da quadrilha ainda tentou levar o comparsa ferido para Guarulhos, mas resolveu voltar e deixar Rodolfo no pronto-socorro do Mandaqui. O carro, com marcas de sangue no interior, foi abandonado no Jardim Peri, bairro vizinho.

 

O outro assaltante, do qual a polícia já tem uma foto, foi identificado como Marshall Barcelli Lopes, de 24 anos. Baleado no ombro, o criminoso segue foragido. Já Thiago dos Santos Ferreira, apontado como sendo o assaltante que atirou contra o investigador, foi detido em casa, também no Jardim Peri. Lá os policiais apreenderam cápsulas plásticas contendo cocaína e uma balança digital de precisão. O caso foi registrado no plantão do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

Tudo o que sabemos sobre:
Garrapolicialcrimeassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.