Policial da Rota é morto na zona oeste de SP

Cristiano Batista Silva foi baleado no rosto ao sair do quartel e morreu no hospital

Ricardo Valota, do estadão.com.br

29 de agosto de 2007 | 02h15

O policial da Rota Cristiano Batista Silva, de 31 anos, foi morto, na noite de terça-feira, 28, na zona oeste da capital paulista, na avenida Coronel Pedro de Moura, em Vila Nova Jaguará, região de Pirituba. O policial, que estava na corporação havia 11 anos, tinha acabado de sair do quartel e foi baleado no rosto. Testemunhas viram apenas o rapaz caindo da moto e ligaram para os bombeiros informando que um motoqueiro havia acabado de se acidentar. No momento em que os policiais do resgate chegaram ao local, perceberam que Cristiano havia sido baleado. Mesmo encaminhado ao pronto-socorro do Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, em Pirituba, o policial não resistiu e morreu. No boletim de ocorrência, registrado no 33º Distrito Policial, de Pirituba, como homicídio a esclarecer.

Tudo o que sabemos sobre:
morte de policialRota

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.