Policial civil tenta se matar depois de se envolver em acidente

Pouco antes, ele teria roubado uma viatura operacional da Infraero no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos

Daniela do Canto, do estadao.com.br,

31 Janeiro 2009 | 14h16

Um escrivão de polícia tentou se matar na manhã deste sábado, 31, depois de se envolver em um acidente com outros dois veículos na Marginal do Tietê, conforme informações da Polícia Militar. Pouco antes, o policial teria roubado uma viatura operacional da Infraero no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O caso será investigado pela Corregedoria da Polícia Civil.   De acordo com a assessoria de imprensa da Infraero, a equipe de segurança percebeu a movimentação estranha de um homem próximo ao portão de entrada do estacionamento público por volta das 6h10. Quando foi abordado pelo segurança, o homem sacou uma arma e roubou a viatura, uma caminhonete S-10. A Central de Operações de Emergência da companhia avisou a PM sobre o roubo e pouco depois foi informada de que a caminhonete havia colidido com outros dois carros na Marginal do Tietê, próximo à ponte da Vila Guilherme.   Segundo a PM, o escrivão, lotado no 38.º Distrito Policial (Vila Amália), teria descido do veículo depois da batida e dado dois tiros contra o próprio peito. Em seguida, ele foi socorrido ao pronto-socorro Santana e depois transferido ao Hospital do Servidor Público Estadual.   A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que o acidente aconteceu por volta das 7h15 na pista auxiliar da marginal - entre as pistas locais e expressa - no sentido Castelo Branco, 150 metros antes da ponte da Vila Guilherme. Por volta das 9 horas, a pista auxiliar foi totalmente liberada e a faixa da direita da via local permanece bloqueada aguardando a execução da perícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.