Policial civil morre ao reagir a assalto em Taboão da Serra

Em outra ocorrência na mesma cidade, motorista foi baleado e morreu na Rodovia Régis Bittencourt

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

09 Março 2012 | 05h54

SÃO PAULO - O policial civil Marcos Correa Leandro, agente da Superintendência da Polícia Científica da Capital, foi morto, com um tiro no peito, no final da noite de quinta-feira, 8, ao reagir a um assalto na Rua Sylvio Zanelatto, no Parque Pinheiros, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

 

Numa Yamaha 150 cc preta, placas BYK 5182, de Taboão, Marcos foi abordado por dois assaltantes, também numa moto, e teria se negado a entregar o veículo. Ao perceberem que a vítima era um policial e que iria reagir, os bandidos atiraram contra o peito de Marcos, que morreu quando era atendido no pronto-socorro do Hospital Geral de Pirajuçara.

 

A dupla fugiu levando a moto, uma mochila e a arma do policial. O caso foi registrado como roubo seguido de morte, no 1º Distrito Policial de Taboão da Serra, pelo delegado Astrogildo Anderson Filho.

 

Régis Bittencourt. Às 20 horas, Anailton de Oliveira da Silvas, de 31 anos, morto após ser baleado na altura do quilômetro 274 da pista sentido São Paulo da Rodovia Régis Bittencourt, também em Taboão da Serra. De acordo com a perícia, após levar um tiro no pescoço, o motorista perdeu o controle de um Fox vermelho que dirigia e caiu em uma vala, morrendo no local.

 

Policiais rodoviários foram para o local após serem acionados por motoristas que informaram sobre um acidente. O rapaz morto teria passagem pela polícia por estelionato. Dentro do carro foram encontrados vários aparelhos eletrônicos, entre eles celulares e notebook. Ainda não se sabe o motivo do crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.