Policial civil mata motoqueiro em suposta briga de trânsito na zona sul de SP

Tiro acidental atingiu um dos pés do investigador, que ainda conseguiu dirigir por alguns quarteirões

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

18 de junho de 2011 | 05h09

SÃO PAULO - Uma suposta briga de trânsito terminou com uma pessoa, a vítima, morta a tiros, e uma ferida, o autor dos disparos, por volta das 20 horas de sexta-feira, 17, na altura do nº 195 da avenida Thomas Morgan, no Jardim Lucélia, região do Grajaú, na zona sul de São Paulo.

 

Ao volante de um Gol preto e armado com uma pistola calibre 45, de uso restrito, um investigador do 101º Distrito Policial, do Jardim das Embuias, ao discutir com um motoqueiro, atirou várias vezes contra a vítima, que morreu no local. Um tiro acidental atingiu um dos pés do investigador, que ainda conseguiu dirigir por alguns quarteirões, mas acabou parando.

 

Acionados por testemunhas que viram o investigador ferido, policiais militares da 3ª Companhia do 50º Batalhão foram até o local e, sem saber do homicídio, socorreram o policial, que foi encaminhado ao pronto-socorro do Hospital do Grajaú. Minutos depois, ao serem informados sobre o assassinato, os policiais militares acabaram descobrindo que a pessoa socorrida por eles era o autor do crime.

 

Até as 4 horas desta manhã de sábado, 18, a identificação da vítima e do policial não foi informada pela polícia. O caso será registrado na Corregedoria da Polícia Civil, na região central de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
crime

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.