Policial civil mata bandido e fere outro ao reagir a assalto na zona norte de SP

Dupla estava com arma de brinquedo e levou a pior ao reconhecer a vítima, que atirou várias vezes

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

24 de agosto de 2011 | 05h43

SÃO PAULO - Um investigador do 72º Distrito Policial, da Vila Penteado, zona norte da capital, não pensou duas vezes antes de sacar a arma e atirar contra dois assaltantes, por volta da 0h30 desta quarta-feira, 24, na altura do nº 1.870 da Avenida Deputado Cantídio Sampaio, na Vila Souza, próximo à delegacia onde trabalha.

 

Ao parar a moto para ver o celular, o policial foi abordado por dois homens também numa moto. O investigador entregou o celular e retirou o capacete, momento em que foi reconhecido por um dos criminosos. "Ele é polícia, é polícia", disse o criminoso. Sem perceber que a arma da dupla era falsa, a vítima, temendo ser morta, atirou.

 

Baleado várias vezes, um dos assaltantes morreu no local. O outro, atingido nas pernas e na barriga, continua internado no Hospital Geral de Taipas. Segundo um dos PMs que estiveram no hospital , o bandido que sobreviveu afirmou que a dupla já havia roubado a bolsa de quatro mulheres e que usaria a moto do policial para fugir separadamente.

 

O caso foi registrado no 72ºDP e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.