Divulgação
Divulgação

Policial civil é morto após explosão de caixas em Boiçucanga

Agente estava em um automóvel com a família e teria reagido à ação dos criminosos que fugiam pela Rodovia Rio-Santos

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

08 Abril 2016 | 09h22

APARECIDA - Um policial civil foi morto a tiros e duas mulheres foram baleadas durante a fuga de uma quadrilha, após a explosão de caixas eletrônicos, na madrugada desta sexta-feira, 8, em São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo. O ataque aconteceu próximo à Praia de Boiçucanga, um dos principais destinos turísticos do litoral paulista.

De acordo com a Polícia Militar, cerca de dez homens fortemente armados usaram dinamite para explodir os caixas de um terminal bancário, por volta das 2h30.

A polícia foi acionada e tentou cercar o bando, que reagiu. No tiroteio, duas mulheres foram atingidas por disparos. Uma parte da quadrilha fugiu de lancha pelo mar. Outros criminosos tentaram a fuga pela Rodovia Rio-Santos (SP-55), obrigando motoristas em trânsito a parar e entregar os carros.

O policial civil estava em um automóvel com a família e teria reagido.

Ele foi baleado e morreu quando era socorrido. Os bandidos fugiram pela mata. A PM usou até um helicóptero nas buscas, mas até o início da manhã ninguém tinha sido preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.