Policial civil é detido acusado de pedofilia em SP

Policiais foram chamados para conter um grupo de pessoas que tentava agredir o suspeito

da Redação, estadao.com.br

29 de junho de 2008 | 23h41

Um agente policial foi detido, por volta da 20h30 deste domingo, na região da Barra Funda, zona oeste da cidade, sob a acusação de molestar três meninos de rua, com idades entre 9 e 11 anos de idades. Ele trabalha como motorista na Central de Operações da Polícia Civil (Cepol) da capital paulista. Durante patrulhamento, policiais militares da 2ª Companhia do 23º Batalhão foram informados por um pedestre que um grupo de pessoas tentava agredir um homem sob o Viaduto Antártica, pois o desconhecido teria sido flagrado molestando as crianças. Os PMs foram para o local indicado, onde deram voz de prisão ao acusado. "Nos foi informado que ele estava fazendo com que as crianças tocassem em sua genitália", disse um dos policiais responsáveis pela prisão. Segundo os PMs, ele estava desarmado e era seu dia de folga. Ele chegou ao local em uma bicicleta. Encaminhado ao 23º Distrito Policial, de Perdizes, o policial foi transferido para a Corregedoria da Polícia Civil, na região central da cidade, onde, até a 0h30 desta segunda-feira, participava de uma oitiva acompanhado dos PMs que o detiveram.

Tudo o que sabemos sobre:
pedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.