Policial civil é acusado de abuso e lesão corporal

O policial civil Sérgio Ricardo da Silva, de 44 anos, foi acusado de abuso de autoridade e lesão corporal, depois de se envolver em uma discussão com um gerente de um posto de combustíveis de 38 anos em Mairiporã, na Região Metropolitana de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2013 | 02h05

O desentendimento aconteceu no dia 25. Uma câmera de vigilância filmou Silva apontando a arma para a cabeça do denunciante.

O gerente alega que Silva deixou o carro na frente do caixa do posto às 9h, o que é proibido e atrapalha clientes. Como o carro tinha um aviso de "vende-se" e um telefone, por volta das 15h, o gerente ligou para o policial e pediu que retirasse o veículo dali. Silva foi até o posto e, na discussão, apontou uma pistola para a cabeça do gerente, que o desarmou.

Advogado de Silva, Eduardo Moraes disse que ainda precisa analisar os autos. A Corregedoria da Polícia Civil investiga o caso. / WILLIAM CARDOSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.