Policial civil atira contra esposa e filho em SP

Acusado segue foragido; vítimas estão internadas no Hospital Nipo-brasileiro

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

12 de julho de 2008 | 03h09

Por volta das 20h30 desta sexta-feira, um policial civil atirou contra a própria esposa e o filho, de 3 anos, durante uma discussão ocorrida na residência da família, no Jardim Guançã, região do Parque Novo Mundo, zona norte da capital paulista. O acusado, E.H.M., segue foragido segundo a polícia. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Nipo-brasileiro, no Parque Novo Mundo. O estado de saúde da esposa do policial seria gravíssimo. Até as 2h30 deste sábado o E.H.M. não havia sido detido. O caso, que foi informado ao plantão do 90º Distrito Policial, ficará agora aos cuidados da Corregedoria da Polícia Civil.

Tudo o que sabemos sobre:
violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.