Policiais são presos por achacar comerciantes

Três inspetores, um delegado, um guarda municipal e um advogado foram presos ontem acusados de extorquir dinheiro de comerciantes em Carapebus, no norte do Rio. Segundo o Ministério Público, as investigações começaram em 2011, após denúncia. O guarda passava aos agentes policiais, da 122.ª DP, irregularidades nos comércios. O dono do estabelecimento, então, era preso e obrigado a pagar para ser liberado.

O Estado de S.Paulo

30 Março 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.