Polícia Civil/Divulgação
Polícia Civil/Divulgação

Policiais são presos em operação contra jogos de azar no interior de SP

Também foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão nas cidades paulistas de Ituverava, Guará e Pitangueiras  

Rene Moreira, especial para O Estado

31 de outubro de 2018 | 11h11

FRANCA - Uma operação realizada na manhã desta quarta-feira, 31, resultou nas prisões de 13 pessoas em Pitangueiras, interior de São Paulo, incluindo, três policiais civis, por envolvimento com o jogo do bicho. O trabalho foi realizado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em conjunto com a Corregedoria da Polícia Civil e o Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter 3).  

Além das prisões, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão nas cidades paulistas de Ituverava, Guará e Pitangueiras. Segundo o apurado, policiais receberiam propina para não incomodar a quadrilha, que agia ainda em outros municípios.

Além da prática de jogos de azar, a ação investiga os crimes de corrupção de agentes públicos e lavagem de dinheiro. Chamada de "Quebrando a Banca", a operação apreendeu dinheiro, blocos de anotação do jogo do bicho, máquinas de passar cartões e outros materiais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.