Polícia Rodoviária Federal/Divulgação
Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Criminosos libertam 12 reféns de restaurante e se entregam após balear policiais no interior de SP

Segundo PRF, pela manhã criminosos tentaram roubar um caminhão na região de Miracatu (SP); um agente foi baleado nas pernas e o outro recebeu um tiro de raspão. Na fuga, os suspeitos invadiram um restaurante e fizeram reféns

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

09 de julho de 2019 | 14h08
Atualizado 09 de julho de 2019 | 17h53

Correções: 09/07/2019 | 17h53

SÃO PAULO -  Um grupo de seis criminosos que atirou em dois policiais federais rodoviários e rendeu ao menos 12 vítimas em um restaurante que fica às margens da rodovia SP-79, em Piedade, interior de São Paulo, se entregou à polícia na tarde desta terça-feira, 9. Não há relatos de reféns feridos.

Os suspeitos atingiram dois policiais rodoviários federais com tiros de fuzil durante uma tentativa de roubo de um caminhãoque transportava carga de defensivos agrícolas no valor de R$998 mil, no quilômetro 352 da Rodovia Régis Bittencourt, em Miracatu (SP), e durante a fuga invadiram um restaurante e fizeram várias vítimas reféns.

Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), em uma ação conjunta com PMs do 40º Batalhão de Polícia Militar do Interior, do Comando do Policiamento Ambiental, e do Comando de Aviação negociaram com os criminosos e por volta das 15h20, todas as pessoas que estavam rendidas foram liberadas.  A Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou a interditar o trecho entre os quilômetros 136 e 138.

Segundo a PRF, pela manhã um agente foi atingido nas duas pernas e outro recebeu um tiro de raspão. Um dos policiais conseguiu sair na lateral da pista, revidou os tiros e atingiu um dos criminosos no braço. Os agentes foram levados para o Hospital Geral de Itapecerica da Serra e ao Pronto Socorro de Miracatu. 

De acordo com informações preliminares, os criminosos fazem parte de uma quadrilha de roubo de cargas

Correções
09/07/2019 | 17h53

O caminhão transportava carga de defensivos agrícolas e não carga de remédios como a PRF havia informado anteriormente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.