Policiais são afastados após levar atriz e cantora Thalma de Freitas para revista

A atriz e cantora Thalma de Freitas, de 37 anos, quer processar os cabos Menezes e Rodrigues, do 23.º Batalhão da Polícia Militar, por abuso de poder, após ser levada na noite de anteontem, segundo ela sem necessidade, à Delegacia do Leblon, no Rio, onde ficou por quatro horas. Ela foi abordada na Avenida Niemeyer e diz que, mesmo após nada suspeito ter sido encontrado, foi levada para revista íntima. "Por que a loura revistada antes de mim não veio?", postou a atriz no Twitter. Os policiais já foram afastados pela PM e autuados por abuso de autoridade.

O Estado de S.Paulo

16 Outubro 2011 | 03h03

Segundo o cabo Menezes, a área da abordagem é de risco. "Não temos policiais femininas no batalhão. Quisemos garantir a integridade física dela."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.