Policiais que mataram brasileiro devem ir a júri

A Comissão de Integridade Policial que investiga há 5 meses a morte de Roberto Laudisio Curti, em Sydney, em 18 de março de 2012, recomendou ontem que os policiais envolvidos na perseguição que acabou com a morte do jovem sejam julgados. Roberto recebeu choques em uma loja de conveniência. Não há prazo para o promotor se manifestar sobre o parecer, que surpreendeu porque a comissão geralmente recomenda medidas disciplinares. A família de Roberto aprovou a recomendação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.