Policiais já fazem segurança no edifício para reconstituição

Até domingo, GOE fará revezamento na guarda do prédio, de onde Isabella foi arremessada, para evitar tumultos

Carolina Freitas, Agência Estado

25 de abril de 2008 | 17h56

Dez policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) já estão fazendo a segurança no Edifício London, na rua Santa Leocádia, na zona norte de São Paulo, onde neste domingo, 27, será feita a reconstituição da morte de Isabella Nardoni. A menina, de 5 anos, foi agredida e jogada pela janela do 6º andar no apartamento do pai, Alexandre Nardoni, dia 29 de março.   Veja também: Até agora, só casal Nardoni é convocado para reconstituição Polícia insiste em bloqueio de espaço aéreo na reconstituição 'Há mais que indícios' contra o casal Nardoni, diz promotor Fotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella     Até domingo equipes do GOE se revezarão, durante 24 horas, na vigilância do prédio. O objetivo é evitar tumultos como os que aconteceram na 9ª DP, quando depuseram integrantes da família Nardoni. O supervisor do GOE, Luiz Antônio Pinheiro, passou a tarde no edifício.   A rua Santa Leocádia será interditada às 23 horas deste sábado. No domingo a reconstituição do crime deve começar às 10h. No fim da tarde desta sexta-feira policiais do GOE começaram a demarcar a área destinada à imprensa em frente ao prédio.

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.