Policiais ficam feridos após troca de tiros com ladrões no Bom Retiro

Ocorrência foi na madrugada deste domingo; agentes seguem internados na Santa Casa

Mateus Andrighetto Tamiozzo, especial para o Estado, O Estado de S. Paulo

03 Novembro 2013 | 15h40

SÃO PAULO - Dois policiais da 1.ª companhia do 3.º BPM foram baleados durante troca de tiros após abordagem de dez suspeitos que saíam de uma joalheria no Bom Retiro, região central de São Paulo. O fato ocorreu por volta das 2h30 deste domingo, 3.

Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), os tiros foram disparados de um veículo Cross Fox preto, que dava cobertura ao grupo de dez assaltantes. O carro entrou na Rua Newton Prado pela Rua Júlio Conceição. Um dos policiais, de 39 anos, foi ferido no braço esquerdo. O outro, de 42, acabou atingido nas costas. Ambos foram encaminhados ao Pronto Socorro da Santa Casa, no centro, onde permanecem internados.

No momento da abordagem, foram encontrados três carregadores e 49 munições de calibre .762 (fuzil) e .40 com os ladrões. As armas utilizadas pelos policias foram apreendidas para perícia. A ocorrência foi registrada no 2.º Distrito Policial (Bom Retiro) como roubo consumado e resistência.

A SSP informou que entre os assaltantes não há registro de feridos. Também não há informações sobre furto de objetos da joalheria. Os criminosos teria entrado na joalheria por um buraco no prédio ao lado. Uma perícia foi solicitada no local.

Apreensões. Um Cross Fox, com placas adulteradas e pneu furado, foi localizado na Rua Salim Farah Maluf, no Belém, Zona Leste da Capital. Conforme a SSP, o veículo foi roubado no dia 17 de outubro. Dentro do carro foram encontrados três fones de ouvido e um rádiocomunicador.

Um veículo Fiat Ducatto, encontrado na Rua Júlio Conceição, e um Fiat Doblô, localizado na Rua Newton Prado também foram apreendidos. Nada foi encontrado nos veículos. A polícia investiga a relação dos automóveis com o crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.