Ronaldo Faria/Estadão
Ronaldo Faria/Estadão

Polícia usa drone para prender suspeitos de sequestrar empresário

Homens foram localizados em Peruíbe, a partir de imagens aéreas; empresário de 80 anos havia sido libertado de cativeiro no dia 7 deste mês

O Estado de S. Paulo

23 de novembro de 2016 | 19h38

SÃO PAULO - A Polícia Civil usou imagens de drone para prender dois suspeitos de participar do sequestro de um empresário no interior de São Paulo. Belarmino de Ascenção Marta, de 80 anos, proprietário de empresas de transporte, foi libertado do cativeiro em 7 de novembro, após 31 dias em cativeiro.  

Três homens foram presos no momento em que a polícia estourou o cativeiro, mas, dando continuidade às investigações, os policiais da Delegacia Especializada Antissequestro de Campinas (DEAS) conseguiram levantar o paradeiro de outros dois suspeitos pelo crime. 

Eles presos em uma área afastada na cidade de Peruíbe, no litoral sul de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, a corporação conseguiu na Justiça os mandados de prisão e de busca e apreensão para deter os dois homens após descobrir onde se escondiam. 

O caso. Belarmino Marta foi sequestrado no dia 8 de outubro no estacionamento de um restaurante às margens da Rodovia Anhanguera (SP-330), no km 72, em Louveira (SP). Três homens o abordaram assim que ele chegou ao local e o levaram, em um Nissan Livina clonado. 

Ele ficou em casa no bairro de Parelheiros, na zona sul de São Paulo, e foi encontrado pela equipe da DEAS, com o apoio da Delegacia Antissequestro (DAS) de São Paulo, na noite da segunda-feira, 7.

 

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.