Polícia tem poucas pistas sobre responsáveis por roubo a dentista

Principal denúncia é de que carro de pequeno porte estaria envolvido no crime, em São José dos Campos

Barbara Ferreira Santos, O Estado de S. Paulo

29 Maio 2013 | 20h07

Durante a manhã desta quarta-feira (29), a polícia de São José dos Campos recebeu a denúncia de que um carro de pequeno porte estaria envolvido na tentativa de roubo ao dentista Alexandre Peçanha Gaddy, de 41 anos, que ocorreu na última segunda-feira, dia 27. Segundo o delegado Osmar Henrique de Oliveira, titular do Departamento de Investigações Gerais de São José dos Campos, os policiais realizaram buscas nesta quarta em busca do carro, que poderia ser do modelo Palio ou Gol.

A polícia também está apurando as imagens das câmeras de segurança dos comércios vizinhos e o "olho eletrônico" da Prefeitura da cidade, como é chamada a câmera do Centro de Operações Integradas. "Hoje os policiais foram buscar essas imagens e elas já estão sendo todas analisadas", afirmou Oliveira.

Testemunhas também foram ouvidas durante o dia. Entre elas, uma enfermeira vizinha ao consultório e que prestou os primeiros socorros ao dentista. A secretária do consultório também foi ouvida. De acordo com Oliveira, ela saiu do local no dia do crime por volta das 17h30. "Como aquele era um local de atendimento e o portão estava quebrado, tinha hora que estava aberto e hora que estava trancado, então ainda não podemos dizer como os bandidos entraram", explicou o delegado.

Mais conteúdo sobre:
Dentista roubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.