Polícia tem descrição de quem atirou em ex-árbitro

Oscar Roberto de Godói está consciente e respira sem aparelhos; moradora viu abordagem e fez retrato falado de bandido

Plínio Delphino, O Estado de S.Paulo

19 Fevereiro 2011 | 00h00

A polícia divulgou ontem o retrato falado do suspeito de atirar três vezes no ex-árbitro e comentarista Oscar Roberto de Godói, de 55 anos, na noite de quarta-feira, em Perdizes, zona oeste. O desenho foi feito com base na descrição de uma testemunha. Internado no Hospital das Clínicas, Godói está consciente e respira sem ajuda de aparelhos.

Ontem à noite, a polícia levou o retrato falado do criminoso ao hospital para mostrar a Godói. Também foi apresentada ao ex-árbitro a foto de um ladrão de carros da região, feita em um presídio do interior em 2006, para que o ex-árbitro analisasse e tentasse reconhecer o suspeito.

O retrato divulgado ontem foi feito com a ajuda de uma moradora do bairro que caminhava cerca de 20 metros atrás de Godói no momento da abordagem. O suspeito é moreno claro, de 1m75, magro, tem cabelos crespos e calvo e aparenta 28 anos.

Segundo o delegado titular Marco Aurélio Batista, o ex-árbitro foi surpreendido pelo criminoso cerca de oito metros distante de seu Honda Civic preto, que havia estacionado na Rua Diana.

Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança de um prédio da rua. A polícia está à procura de novas imagens que possam ter sido feitas por sistemas de segurança de outros imóveis da região. Segundo o delegado Batista, cerca de uma hora e meia antes do crime contra Godói, um ladrão roubou um carro próximo dali. "Provavelmente não se trata do mesmo assaltante. Algumas características físicas não batem", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.