Reprodução
Reprodução

Polícia suspeita que advogada foi assassinada por mais de uma pessoa

Corpo de Mércia Nakashima foi encontrado hoje por um pescador, que o avistou boiando na represa de Nazaré Paulista, no interior de SP

Fabiana Marchezi e Solange Spigliatti, do estadão.com.br

11 de junho de 2010 | 15h42

SÃO PAULO - De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a polícia suspeita de que o assassinato da advogada Mércia Nakashima tenha sido praticado por mais de uma pessoa. No início da tarde desta sexta-feira, 11, o corpo da advogada foi encontrado na represa de Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. Mércia estava desaparecida desde 23 de maio.

 

Veja também:

link Carro de advogada é encontrado em represa do interior

 

A Polícia Civil realiza nesta sexta-feira perícia no Honda Fit prata da advogada. A perícia no veículo é feita por policiais do DHPP. No carro, resgatado ontem na represa por três mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Atibaia, havia alguns pertences da vítima, como o seu celular dela e um edredom.

 

De acordo com os bombeiros, um pescador avistou o corpo boiando na outra margem da represa, perto de onde foi achado o carro da advogada na quinta-feira, 10. 

 

Mércia Mekie Nakashima, de 28 anos, estava desaparecida desde o último dia 23 em Guarulhos, na Grande São Paulo. O Honda Fit estava submerso no Reservatório de Atibainha, que integra o Complexo Cantareira, em Nazaré Paulista.

 

Colaborou Elvis Pereira, do Jornal da Tarde.

 

Notícia atualizada às 18h10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.