Polícia solta dupla que jogou pedra em carro

Um motorista escapou ontem de ser assaltado na Marginal do Tietê, na zona leste de São Paulo. O Palio dele foi atingido por uma pedra arremessada por dois jovens do Viaduto Imigrante Nordestino, perto do limite com Guarulhos. A vítima dirigiu por mais 400 metros e pediu ajuda a PMs, que detiveram a dupla. Mas ambos foram liberados porque a vítima não registrou o crime.

Elvis Pereira, O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2011 | 00h00

O ataque foi à 1h50. "A pedra afundou o capô, não chegou a atingir o para-brisa", disse o capitão Marcos Rogério da Cunha, responsável pela 3.ª Companhia do 2.º Batalhão de Trânsito da PM. A vítima não quis ir à delegacia, alegando estar com pressa.

Mesmo assim, os policiais levaram o jovem de 19 anos e o adolescente de 17, moradores de um conjunto habitacional perto do viaduto, para o 10.º DP (Penha). Lá, constatou-se que ambos já haviam sido presos antes, mas, como não eram foragidos e o motorista se negou a ir ao DP, foram liberados. "Não tinha o que o delegado fazer. Agora, vamos ficar de olho e manter a viatura no local", prometeu o capitão. "Ali é uma área crítica, um local descampado, não muito bem iluminado. E já tínhamos registros de ocorrências nessa região."

Roubo. Mais tarde, às 6h40, a polícia deteve outras duas pessoas na Marginal do Tietê. Elisson Inácio da Silva, de 21 anos, e Gustavo Vital dos Santos, de 26, roubaram com um facão o celular de um pedestre na altura da Ponte Cruzeiro do Sul. Santos era foragido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.