Polícia resgata estudante de cativeiro em Guarulhos

Menino de 15 anos foi feito refém por 33 dias; seis pessoas foram presas por participar do seqüestro

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

23 de outubro de 2008 | 12h55

Um estudante, de 15 anos, foi resgatado sem ferimentos na madrugada desta quinta-feira, 23, em Guarulhos, na Grande são Paulo. Ele era feito refém em um cativeiro em Guarulhos havia 33 dias e foi resgatado por policiais da Divisão Anti-seqüestro do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic). Seis pessoas estão presas, entre elas um adolescente de 16 anos.   Após investigações, foram presos o Jose Adriano da Silva, de 31 anos, e Antônia Lucinete David Candido, de 34 anos. Os acusados admitiram a participação no seqüestro e indicaram o local do cativeiro. No local, na Rua Santana do Mundaú, foram presos Jaqueline Alves Bezerra dos Santos, de 19 anos, e Daniel Alves Pereira Junior, de 27 anos. Em seguida, os policiais detiveram Luan de Sena, de 19 anos, e o adolescente. Ele seria o responsável pelas informações dadas à família da vítima.   O estudante estava em cárcere privado em um cativeiro no Jardim Alvorada, desde a noite de 19 de setembro, quando foi seqüestrado no bairro do Ipiranga, na zona sul da capital. Ele conversava com colegas quando dois homens fizeram a abordagem. Em seguida a vítima teve de entrar em um GM Kadett branco.   Os seqüestradores levaram a vítima para o cativeiro e em seguida começaram a exigir resgate. A família é comerciante no ramo de materiais para construção.   Texto alterado às 14h26 para acréscimo de informações.

Tudo o que sabemos sobre:
seqüestroGuarulhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.